Endereço: Av. Adhemar de Barros, 1.347

Sala 27 B - CEP 11.430.003

Telefone: (13) 99716-5052

Email: jornaldacidadelitoral@gmail.com

contato

BASTIDOR POLÍTICO - EDUCAÇÃO ESPECIAL

August 23, 2019

 

“NÃO É O MOMENTO IDEAL PARA UMA AUDIÊNCIA PÚBLICA COM PAIS DE ALUNOS ESPECIAIS E PROFESSORES”

 

Afirmação de representante do secretário de Educação, vice-prefeito Renato Pietropaolo, indo contra a determinação do prefeito Válter Suman que quer a audiência pública para saber a realidade da Educação Especial na Cidade. 

 

 

Persiste a insatisfação de professores e pais de alunos especiais das escolas municipais. A principal reclamação é a falta de profissionais especializados, o que prejudica diretamente no aprendizado e na socialização dos alunos.

Numa nítida demonstração de desrespeito, ou descaso com a Educação Especial, o secretário de Educação, vice-prefeito Renato do Gama, não participou de uma reunião que ele mesmo marcou com professores especialistas da rede de Ensino (Renato estava no seu Gabinete, mesmo local onde os professores estavam). Os professores deixaram claro que querem ajudar, serem ouvidos, apresentando ideias e projetos para melhorar o atendimento às crianças especiais, corrigindo eventuais erros. Ao JDC, os professores já deixaram claro que não querem nada em troca (cargos).

Os professores foram atendidos por um representante do secretário Renato e auxiliares. Críticos propositivos, os educadores discorreram sobre a dificuldade de lidar com os casos difíceis, tanto de comportamento quanto de aprendizagem, destacando a necessidade de se ter um equipamento (Escola) para ser oferecido aos alunos especiais. A demora dos diagnósticos, a falta de profissionais para atendimento clínico (fonoaudiólogos e psicólogos) entre outros temas também foram colocados (inclusive a atribuição de aulas aos professores). Ao final, eles perguntaram qual seria a data da realização da audiência pública para debater os problemas da Educação Especial (determinada pelo prefeito Válter Suman). E, para surpresa deles, o representante do secretário Renato disse que: “Esse não é o momento ideal para realizarmos uma audiência pública para discutir a Educação Especial com pais de alunos e professores". Os professores ficaram sem entender. Afinal, o prefeito “mandou” fazer a audiência pública e se mostrou disposto a dialogar com professores e pais de alunos especiais.

Na semana anterior, o secretário levou alguns pais e professores (escolhidos a dedo) para conversar com o prefeito em ambiente controlado para tentar passar que não há problemas na Educação Especial.

A falta de sensibilidade do secretário com os problemas da Educação Especial não são de hoje. Desde que assumiu a pasta da Educação, o setor só piorou, segundo os próprios professores.

Na Prefeitura, pessoas bem informadas sabem que a alta cúpula da Educação está dividida. Num primeiro grupo estão os indicados pelo prefeito Válter Suman: o secretário adjunto João Pecchiori e a diretora Gilda Bressan. No outro grupo estão os indicados pelo secretário Renato: os diretores Camila Buck, Wálter Sório e Rafael Carvalho. 

Visando ouvir todas as partes e oferecer espaço democrático para a Sedel, na segunda-feira (19) o JDC enviou algumas perguntas para a Educação e informamos que as respostas poderiam ser retornadas até a quarta feira.  Deixamos claro para a secretária Thaís Margarido (ela fez contato com o JDC), que o espaço está aberto para uma entrevista onde o secretário Renato esclareça ao público as várias críticas que a Educação vem recebendo na Cidade. Não obtivemos resposta do secretário.

Entre outras perguntas questionamos a  Sedel sobre: 1) Qual a data da Audiência Pública da Educação Especial determinada pelo prefeito? 2)  Qual providência foi tomada para preparar “perueiros” a lidar com alunos especiais? 3) Qual valor pago pelas palestras de Sergio Cortella e Flávio Canto e o custo total do Simpósio da Educação? Todas de interesse público. Nenhuma respondida pelo vice-prefeito Renato do Gama.

 

Individualista? 

Informar quanto gastou com o Simpósio da Educação, o secretário não informou. Entretanto, parece ter apreciado   dar entrevistas para a mídia. Na Sedel uma fonte nos informou que ele queria “todos os méritos do sucesso do Simpósio para ele”.

 

Medo do vice

A forma de atuação do secretário de Educação gera críticas até entre alguns secretários que, em contato com o JDC, parabenizaram nossas reportagens apontando críticas ao setor. Para eles “Falta diálogo, humildade e respeito por parte do secretário aos professores e pais de alunos. Ele está se tornando um peso para a administração carregar” e “O secretário de Educação, por ser vice-prefeito, perdeu a humildade, se acha intocável, por isso trabalha pouco e imagina não ter obrigação de apresentar resultados”  e ainda “Minha preocupação é que isso comprometa a reeleição do prefeito no ano que vem” isso para apontar apenas três comentários dos secretários que, óbvio, pediram sigilo com receio de represálias do vice-prefeito, que tem mandato.

 

......................................................................

PF prende Squassoni

A Polícia Federal prendeu na quinta feira (22), o ex-deputado federal Marcelo Squassoni e outros 18 acusados na segunda fase da Operação Tritão. Segundo o MPF, Squassoni, no exercício do mandato de deputado federal – e, antes, ao presidir a Câmara de Guarujá –, participou das fraudes investigadas. De acordo com o inquérito, o ex-parlamentar foi o responsável pela indicação de membros da antiga diretoria da Codesp, que viabilizaram o esquema, copiando a mesma prática aplicada.no legislativo do Guarujá à época. O JDC questionou várias vezes contratos antigos da Câmara.

 

Thiago Ferreira

O secretário adjunto de Infraestrutura e Obras Cláudio Rodrigues está acompanhando de perto as obras de revitalização da Avenida Thiago Ferreira. O pedido foi feito pelo prefeito Válter Suman, que quer oferecer aos comerciantes e consumidores da Avenida do Itapema um ambiente mais agradável e seguro para o passeio e as compras.

 

Repercussão

A nota publicada sobre a possibilidade do secretário adjunto de Governo Alex Monteiro ser escolhido  como vice de Suman na chapa para a reeleição do ano que vem repercutiu. A vários amigos de Alex entraram em contato para saber mais detalhes.

 

Perigo real

O TCE-SP alertou que a secretaria de Educação está em “Situação desfavorável demonstrando tendência ao descumprimento das Metas Fiscais, cabendo ao Ente o seu acompanhamento...” E segue o Tribunal: “Após as alterações orçamentárias, realizadas até o período, não foram mantidas dotações suficientes para atendimento da aplicação do percentual mínimo de 25 % na manutenção e desenvolvimento do ensino, exigido no art. 212 da CF”. Neste caso, a incompetência da Sedel pode prejudicar, e muito, o prefeito. Lembrando que Renato é o vice.

 

Doença do pombo

Pais de alunos das escolas Jaffet, Napoleão Laureano e  Lucimara estão preocupados com a saúde dos seus filhos. Eles relatam que as escolas estão com muitos pombos. O JDC já alertou a Educação para o problema mas, segundo professores e pais, nenhuma providência foi tomada pela secretaria. As aves ficam até nas áreas onde os alunos comem a merenda. As fezes dos pombos transmitem a doença criptococose que pode matar seres humanos.

 

Até cair

Quem foi o (a) diretor (a) que bebeu até cair literalmente no chão em um requintado evento social? A pessoa bêbada não teria resistido a uma cena de felicidade. Fotografaram.

 

Só a educação?

Gente da Secretaria de Educação estaria entrando em contato com formadores de opinião (mídia) para conversar. Nos bastidores, o que se fala é que a prioridade seria destacar apenas a atuação da Educação. Quanto ao Governo, não está no pacote.

 

Navio Livraria

A maior livraria flutuante do mundo chegará a Santos neste sábado (24). O navio Logos Hope receberá o público de todas as idades, das 14h às 21h, no Cais da Marinha (Outeirinho 2), da Capitania dos Portos, com a venda de mais de 5 mil títulos e intercâmbio cultural.

 

 

Tapa buracos

As equipes da Secretaria de Operações Urbanas retomaram os reparos nas vias da Cidade. A Prefeitura de Guarujá está se empenhando para atender a grande demanda municipal. Na Quinta-feira, trechos da Av. Santos Dumont, Av. Adhemar de Barros e Alameda das Margaridas receberam manutenção. 

 

Novas lixeiras

A Prefeitura implantou na Orla de Pitangueiras 30 lixeiras de concreto. O trabalho é resultado de emendas impositivas da Câmara Municipal. A PMG informa que também deve entregar nas próximas semanas a quadra de esportes da Escola Mário Cerqueira, no Perequê. 

 

 

Balonismo

Conforme divulgado na edição passada do JDC acontece neste sábado (24), a partir das 16h, o 1° Festival de Balonismo, uma realização da Prefeitura de Guarujá. Será na Praça Horácio Lafer, na Enseada. Seis balões serão lançados ao céu, em voos de cerca de 30 metros de altura. O evento é gratuito, mas a Cultura e Turismo pedem a doação de 1 kg de alimento para o FSS.

 

 

Aeronaves

Uma comissão parlamentar, formada pelos vereadores Pastor Sargento Marcos, Andressa Sales e Edilson Dias, pretende mediar uma solução de consenso, junto ao governo estadual e à Agência Nacional de Aviação Comercial (ANAC), a fim de garantir a continuidade do Curso Técnico de Mecânica e Manutenção de Aeronaves, oferecido pela ETEC Santos Dumont. 

 

Aeronaves 2

O curso de Mecânica e Manutenção de Aeronaves está presente em Guarujá desde 1975. Começou nas dependências da Escola Estadual Marechal Eduardo Gomes, localizada dentro da Base Aérea de Santos, e passou por inúmeros outros locais ao longo de mais de 40 anos de existência. Desde 2018, estava funcionando no prédio antiga Escola Estadual Prof. Renê Rodrigues de Moraes, no Jardim Helena Maria. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload