Endereço: Av. Adhemar de Barros, 1.347

Sala 27 B - CEP 11.430.003

Telefone: (13) 99716-5052

Email: jornaldacidadelitoral@gmail.com

contato

BASTIDOR POLÍTICO LITORAL

August 11, 2018

 

 

 

 

Saúde familiar

A saída da primeira-dama Edna Suman, do PSB, da corrida por uma cadeira de deputada estadual, na semana passada, movimentou o bastidor da política local. Ela deixou a candidatura para cuidar da saúde de familiares idosos.

 

Sem vácuo

Como em política não existe vácuo, imediatamente após o anúncio no site do Jornal da Cidade da saída de Edna do páreo,  o ex-prefeito Farid Madi, do Podemos, fez circular nos bastidores que, se depender dele, a esposa Haifa Madi, também do Podemos, será candidata à deputada estadual.

 

VAI RECONSIDERAR?  

Sem Edna na parada,  a possibilidade real de Haifa lançar sua candidatura para deputada estadual aumentou. A informação é de que ela está retornando da Europa para uma definição.

 

Irritado

Nos bastidores, enquanto a primeira-dama Edna Suman manteve a candidatura para deputada estadual, o ex-vereador Gilberto Benzi, do PR, tentava, mas não conseguia esconder sua insatisfação e irritação. Falava muito sobre o “não cumprimento de palavra”.

 

E agora?

Agora, sem Edna candidata, Benzi terá que conquistar o pessoal que apoiava a primeira-dama. E ele não parece disposto a isso, tampouco os seguidores de Edna parecem ter simpatia por Benzi.

 

Risco na reeleição

Se Benzi não conseguir conquistar os simpatizantes de Edna, corre-se o risco de os votos irem para a opositora Haifa Madi, o que não seria nada bom para o governo Suman. Especialmente para sua reeleição.

 

Vai reconsiderar?

  

A  primeira-dama Edna Suman, se quiser, pode retomar sua candidatura a qualquer tempo. Como não reassumiu o Fundo Social, a lei lhe garante esse direito. Os apelos populares pelo retorno da candidatura de Edna Suman (Volta Edna) não são poucos e estão crescendo na cidade. Aguardemos.

 

Sem pagar

Entrou agosto de 2018 e a Unaerp Guarujá continua lá, ocupando terreno e prédio públicos sem pagar nem IPTU, nem aluguel. Até quando?

 

Sem pagar 2

O prefeito Válter Suman, do PSB, declarou publicamente que não haveria “acordão” para a permanência da Unaerp na cidade, diante do pouco que ela oferecia e oferece  ao município. Ele, com razão, quer repactuar.

 

Queima imagem

Alguém da assessoria do prefeito precisa alertá-lo que, como sua gestão está indo bem, trabalhando nos bairros e orla, se a Unaerp continuar sem pagar nem IPTU nem aluguel pode queimar a imagem da administração perante a população pagadora de impostos, que quer um hospital no local.

 

Caso de Procon?

Por falar em Unaerp, os alunos e pais sabem que a instituição não renovou junto à prefeitura uma cláusula que previa a renovação do contrato cinco anos antes do seu término? Não seria o caso do Procon entrar no caso para fiscalizar e orientar alunos e pais consumidores?

 

 

 Conta rejeitada

O deputado federal Marcelo  Squassoni, do PRB, teve as contas do ano de 2013 rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado, quando era presidente da Câmara de Guarujá.

 

 

Conta Rejeitada 2

O relatório que levou à rejeição das contas é extenso. Teve problemas no controle interno da Casa; no limite de despesas; nos salários (subsídios) dos funcionários; no regime de aditamento de contratos; no almoxarifado; com relação aos bens patrimoniais; na formalização de licitação de contratos e até nos pregões. Cabe recurso.

 

Não julgadas

As contas do ano de 2014 de Squassoni na presidência da Câmara ainda não foram julgadas. Entretanto, corre nos bastidores que ela não é muito diferente da do ano anterior. Fala-se até em “erros insanáveis”.

 

Economizando

“A mudança de gestão na Câmara aconteceu mesmo foi com a chegada do atual presidente Edilson Dias”, comentou um funcionário da Casa. Edilson cortou dezenas de regalias e deve economizar, até o final do ano, R$ 10 milhões. Leia mais, na página 3.

 

Economizando 2

No início Edilson foi “crucificado” por quase todos na Câmara. Hoje, após o escândalo da Boate Apple´s Night Club em Brasília, reconhecem que o presidente apenas fez cumprir a lei. Nada mais.

 

Furto de fios

Comerciantes, em contato com o JC, reclamam dos constantes furtos de fios e aparelhos de ar condicionado dos seus comércios. Agora, também estão furtando placas (letreiros). Tudo em pleno centro da cidade. Na Enseada também é comum o furto de fios na Avenida D. Pedro e na orla da praia. Isso precisa acabar.

 

 

 

Vila Júlia

Em contato com o JC, moradores da Vila Júlia reclamam das constantes quedas de energia no Bairro. Furto de fios também ou incompetência da Elektro?

 

Poluição visual   

Continuam as reclamações com relação a colocação de faixas comerciais de empresas privadas nas praças dos bairros e orla. Além de poluírem visualmente, elas são injustas com outros comerciantes que (por falta de influência?) não conseguem o mesmo espaço. O secretário Adilson Jesus precisa agir.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload