top of page
Buscar

SECRETÁRIO DIZ QUE CONSTRUÇÃO NO GUAIUBA “TERÁ APENAS TRÊS ANDARES”

Adilson de Jesus informou também que o empreendimento de multi moradias foi: “aprovado com o gabarito de no máximo 12,5 metros (altura)”



As

notícias divulgadas nas redes sociais, e até por parte da imprensa, que a Construtora Sunset Beach construiria prédios no Guaiuba, viralizaram nas redes sociais e criaram preocupações nos moradores do local. Diante dos fatos, o Jornal da Cidade Litoral entrevistou o Secretário de Obras da Prefeitura de Guarujá, Adilson de Jesus, com objetivo de esclarecer os apontamentos que constam num abaixo-assinado contrário ao empreendimento, que está em circulação.

Adilson de Jesus refutou as informações divulgadas e que vêm provocando os protestos por parte dos moradores. De acordo com ele: “O empreendimento de multi moradias terá o gabarito de no máximo 12,5 metros (altura) e está adequado à Lei de Zoneamento Municipal, que define o Guaiuba como Zona de Interesse Turístico. Mesmo que a obra preveja a construção de um andar térreo e mais três andares, o máximo que essa edificação poderá ter de altura são esses 12,5 metros, como está previsto no projeto”.

“É necessário esclarecer que quando se fala em prédio, imaginamos edificações de 15 a 20 andares, assim como existem nas Astúrias e Pitangueiras, não é o caso do Guaiuba”, explicou Adilson.

Segundo Jesus, para a aprovação da futura construção foi exigido apresentação do Estudo de Impacto de Vizinhança, apresentado à Secretaria de Meio Ambiente, e o Relatório de Estudo de Trânsito, encaminhado e aprovado pela Diretoria de Trânsito: “Mesmo estando dentro da lei de zoneamento, os demais órgãos constataram que o projeto atende às exigências ambientais e de trânsito”.

Sobre a preocupação da população, o secretário acredita que houve equívocos na maneira como foi divulgado o projeto e faltaram informações. “O projeto foi apresentado ao Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbanístico, dois membros da associação de moradores e um advogado da entidade participaram desta reunião. Na ocasião, ficou esclarecido que não se trata de um prédio e sim de uma edificação multi moradias, que atende 100% as especificações do Plano Diretor”, justifica.

Uma das preocupações levantadas pelos moradores é sobre a sombra que esses tipos de construções poderiam provocar na praia, Adilson ressaltou: “Com 12,5 metros de altura, a edificação provocaria uma sombra horizontal de 5 metros, no máximo, e em frente ao prédio. O Guaiuba tem uma topografia excelente, jamais haverá sombreamento na praia”.

O alvará para a construção do residencial foi liberado em 2017. “Após cinco anos, o grupo de investidores da Sunset Beach adquiriu o empreendimento e executará a obra”, disse.

Para o secretário, o empreendimento gerará em torno de 200 empregos – entre fornecedores, empreiteiros e prestadores de serviços, enquanto o pós-obra deverá gerar cerca de 30 empregos, entre zeladoria e manutenção.

“Não desconsidero a preocupação dos moradores, a secretaria de obras está à disposição para os devidos esclarecimentos. Estamos levando em conta o desenvolvimento, mas com a valorização e preservação do bairro. O Guaiuba é uma área preservada, de beleza naturais que está em ascensão e vem recebendo investimentos na orla, construção de banheiros, revitalização da praça e calçadão”, concluiu.


Commenti


bottom of page