top of page
Buscar

EM PLENA PANDEMIA, CÂMARA DE GUARUJÁ APROVA CRIAÇÃO DE NOVOS CARGOS SEM CONCURSO PÚBLICO


Salários ultrapassam R$ 12 mil e devem custar quase R$ 1 milhão/ano ao contribuinte



Já foi aprovado na semana passada, em primeiro turno, e, hoje, passará por nova votação, o Projeto de Lei 005/2021, que aumenta o número de cargos comissionados (sem necessidade de concurso público) na Câmara Municipal de Guarujá.


São cinco novos cargos previstos: três, com remuneração de R$ 12.300,00, e mais dois outros, com remuneração de R$ 7.500,00. O impacto financeiro previsto é de quase R$ 1 milhão/ano.


Se o projeto for novamente aprovado, hoje, ele vai à sanção e passará a valer efetivamente.


Todos os cargos são para a 'Escola do Legislativo' da Câmara Municipal, que desde 2.020 não realiza qualquer atividade ao público, em razão da pandemia. E, ao que tudo indica, assim deve permanecer - embora com custos muito maiores.


Sem justificativa


Apesar do grande impacto financeiro e das dúvidas quanto à real necessidade da medida, o projeto aprovado pelos vereadores sequer consta de uma única justificativa.


Fatura da eleição


Nos bastidores, a explicação que circula é que o presidente José Nilton Doidão, assim como os demais membros da mesa diretora, estão tendo que 'acertar contas' com os demais colegas que os elegeram, no dia 1/1.


Resta saber quem dirá 'sim' e quem dirá 'não'. E, sobretudo, quem serão os ilustres merecedores desses cargos. Afinal, os salários são maiores do que o dos próprios vereadores.

Comments


bottom of page