Buscar

Em dois meses, Fundo Social já entregou mais de 20 toneladas de alimentos

Solidariedade


Saldo de doações inclui períodos de duas calamidades: as tempestades de março e a pandemia da Covid-19. Donativos são repassados a entidades de diferentes bairros

Neste momento de pandemia da Covid 19, o Fundo Social de Solidariedade (FSS) de Guarujá tem assistido às famílias em situação de vulnerabilidade. Desde a tempestade de março, que causou enchentes e deslizamentos, seguida pela pandemia causada pelo novo coronavírus, os trabalhos se intensificaram. Até os primeiros dias de maio, já foram entregues mais de 20 toneladas de alimentos para as entidades sociais.

Os donativos são repassados a entidades da Cidade à medida em que o FSS recebe as doações. Eles já alcançaram diversos bairros, como Santo Antônio, Vila Áurea, Perequê, Cidade Atlântica, Vila Edna, Morrinhos, Santa Cruz dos Navegantes, entre outros. Parte deles também foi cedida à Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (Sedeas), que atende pessoas físicas em busca de cestas básicas nos CRAS – Centros de Referência de Assistência Social.

Entre as entidades beneficiadas está a Associação de Moradores e Amigos da Cachoeira (Amac), localizada na região Leste de Guarujá, conhecida como Rabo do Dragão. “O Fundo Social vem nos ajudando com os alimentos e kits de higiene. Uma forma de amenizar o sofrimento, nesse momento tão crítico que estamos enfrentando”, explicou o secretário geral da entidade, Sidnei Bibiano.

Já para a entidade Conferência São Pedro, no Perequê, a ajuda alcança os mais vulneráveis. “Essas cestas são importantes, pois chegam às mãos das famílias carentes que moram nas palafitas e também àquelas que tiveram que paralisar suas atividades na quarentena”, afirmou a presidente da entidade, Edna Maria de Oliveira Carlos.

Esperança tem sido a palavra de ordem para o Grupo Espírita Amor e Caridade, do Jardim Santense, em Vicente de Carvalho. “É com muita alegria que recebemos as doações e esperamos que Deus nos ampare sempre, não só na doença, mas em todos os obstáculos da vida”, enfatizou Conrado Alves dos Santos.

De acordo com o diretor do Fundo Social de Solidariedade, Jefferson Froes, todas as doações recebidas por empresas ou pessoas físicas no local são registradas. Processo semelhante ocorre com o destinatário dos donativos. “É um processo transparente, que visa manter o controle de tudo o que entra e sai do FSS e, na medida do possível, contemplar todas as entidades que nos procuram”, destacou.

Doações

O Fundo Social mantém sua campanha de arrecadação durante o ano todo. Neste momento de pandemia do novo coronavírus, o FSS está arrecadando cestas básicas e máscaras de proteção.

Quem quiser doar precisa ficar atento ao horário de funcionamento. Devido às medidas preventivas de combate à Covid-19 e para evitar aglomeração, o munícipe precisa agendar a entrega pelo telefone (13) 3386-8820, de segunda a sexta-feira, das 10 às 16 horas.



Endereço: Av. Adhemar de Barros, 1.347

Sala 27 B - CEP 11.430.003

Telefone: (13) 99716-5052

Email: jornaldacidadelitoral@gmail.com

contato Comercial