Buscar

COMUNICADO OFICIAL – AULAS PRESENCIAIS EM GUARUJÁ – ATENÇÃO PAIS E RESPONSÁVEIS





A Secretaria de Educação (Seduc) de Guarujá informa que segue o Plano São Paulo, do Governo do Estado, que durante o anúncio realizado nesta quarta-feira (3) decidiu por manter as aulas presenciais nas escolas, com capacidade máxima de até 35% de alunos por turma. O Estado entende que esta é uma atividade essencial, desde que sejam adotados todos os protocolos de biossegurança no enfrentamento à Covid-19.


A Seduc de Guarujá compreende a preocupação de parte dos professores e educadores da rede municipal de ensino, para que tão logo sejam incluídos no cronograma de vacinação contra o novo coronavírus. Entende ainda que o professor é um profissional essencial e assim como alunos e outros profissionais, todos deveriam fazer parte do grupo prioritário de imunização.


Prova disso é que, meses antes da retomada do ensino presencial no Município, a Prefeitura solicitou aos Ministérios da Educação e da Saúde, a inclusão dos educadores no calendário de vacinação. Por meio de ofício, o Governo Federal respondeu que eles seriam contemplados, mas não definiu quando isso ocorreria e a Prefeitura segue no aguardo.


Visando a preservação da saúde de alunos, professores e demais profissionais da educação, a Secretaria acredita que se faz necessária a retomada do ensino presencial, para não prejudicar ainda mais os alunos em seu processo de ensino aprendizagem, após um longo período longe da escola, em função da pandemia.


A Prefeitura garante condições totalmente seguras para a manutenção as aulas presenciais na rede municipal de ensino, retomadas em 22 de fevereiro com o revezamento de alunos. Estão sendo adotadas todas as medidas profiláticas contra a Covid-19, sendo estas reforçadas rotineiramente.


Todas as unidades receberam ainda uma Cartilha de Biossegurança reunindo as principais medidas profiláticas. Além disso, os profissionais da educação receberam equipamentos de proteção individual (EPIs), e as unidades passam frequentemente por serviços de descontaminação.


A Administração Municipal possui uma comissão mista formada por técnicos da Seduc, Saúde e Medicina do Trabalho, Conselho Municipal de Educação, Sindicato dos Professores, Sindicato dos Servidores e demais secretarias municipais, que monitoram a situação junto às unidades escolares, inclusive com o acompanhamento dos casos confirmados e suspeitos da doença, que surgiram antes e também após o retorno do ensino presencial na Cidade.