Buscar

COLUNA WELINTON DE ANDRADE

Rotina de Ferro é o 2º livro mais vendido na Amazon.com.br



Livro de David Grinberg terá direitos autorais 100% revertidos para a Abrale - Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia


Rotina de Ferro: Motivação, disciplina e resiliência de um ironman para vencer o câncer


Em Rotina de ferro, lançamento da Editora Planeta exclusivamente no formato digital, cujos direitos autorais serão revertidos para a Abrale, Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia, o executivo David Grinberg aborda sua convicção de que todos nós podemos superar os desafios colocados à nossa frente. Sejam eles físicos, psicológicos ou de saúde, temos a capacidade de canalizar os esforços necessários para chegar lá. Esse processo não é fácil. É preciso muita paciência, resiliência e, acima de tudo, vontade de querer realizar os sonhos. Afinal, nada é impossível quando estamos empenhados em atingir os objetivos. Na obra, David narra que nunca pensou que poderia enfrentar uma doença tão agressiva como um câncer. Difícil cair a ficha para alguém que sempre foi tão saudável, ativo e disciplinado e que tinha como hobby disputar provas de Ironman, a mais temida e longa modalidade de triatlo. Ele entendeu que não deveria perder tempo buscando explicações sobre o por que havia sido acometido e que o melhor a fazer era canalizar todos os esforços para supera-lo, criando um paralelismo entre os aprendizados adquiridos na prática esportiva de alta resistência com a realidade de ter que superar o que seria o seu maior desafio na vida.

Uma história de inspiração e motivação para todos aqueles que passam por algum momento difícil e que precisam de ajuda para tentar supera-los. No livro, David diz que nada é impossível. Basta colocar a cabeça no lugar, se cercar de quem realmente quer o nosso bem e olhar para frente.


Mahatma Gandhi: A incrível vida, jornada e surpreendentes histórias desconhecidas



Mohandas Karamchand Gandhi não nasceu com as qualidades físicas de um líder. Espera-se que uma criança fraca, tímida e introvertida como ele, com medo de Deus e do homem, seja absorvida rapidamente pela consciência coletiva e pelos sistemas de crenças compartilhados pelos - quase meio bilhão - de indianos de seu tempo: sem tentar mudar, mas tentando ganhar a vida.

O que aconteceu com Gandhi? Onde aquela criança medrosa encontrou coragem para pensar de maneira diferente e, o mais importante, para agir de maneira diferente?

Em seu livro, Stephen Kallis, usando uma narrativa leve, lança luz sobre a personalidade de Gandhi, bem como as aventuras emocionais que contribuíram para moldar seu estilo de liderança único.

"Mahatma Gandhi: A incrível vida, jornada e supreendentes histórias desconhecidas" é uma compilação das histórias e fatos mais interessantes da linha do tempo biográfica de Gandhi, que mostra o lado humano desse líder, quase sobrenatural, e nos dá respostas para centenas de perguntas frequentes.


A casa: A história da seita de João de Deus



"Quando vi pela primeira vez na tevê o cidadão que se intitulava João de Deus, não hesitei em dizer para minha mulher, ao lado: é bandido." A frase é do médico Drauzio Varella, em coluna no jornal Folha de S. Paulo no início de 2020. Poucos anos antes, porém, essa franqueza era rara no debate público.

João de Deus desfrutava das bênçãos do establishment. Frequentava festas de políticos, recebia artistas brasileiros e estrangeiros, via filas quilométricas se formarem em frente à casa onde atendia, na pequena cidade de Abadiânia, no interior de Goiás.

No fim de 2018, veio a público uma onda de acusações de assédio sexual contra o líder espiritual. Dezenas de mulheres saíram da sombra para contar experiências de abuso e estupro. Em seguida surgiram as denúncias na Justiça. E então o castelo de cartas de João de Deus começou a desmoronar.

Este livro mergulha nessa história, mostrando que ela é ainda mais assustadora. Ao longo de quarenta anos, desde os primórdios do centro de atendimento de João de Deus, fundado no fim dos anos 1970, foram se acumulando episódios nada edificantes. Atores foram contratados para se passar por doentes. Uma escritora estrangeira pagou para acobertar abusos do líder no exterior. Mortes e assassinatos ficaram sem explicação.

Em Abadiânia, são comuns os relatos sobre pessoas que sumiram após se indispor com João de Deus. Diversos moradores tiveram seus bens confiscados por capangas após brigar com a figura mais poderosa da cidade. Como muita gente enriqueceu graças aos milhares de dólares dos turistas estrangeiros, o silêncio impera na região.

Durante o processo de apuração, ao longo do ano de 2019, Chico Felitti visitou a cidade mneia dúzia de vezes. Passou uma semana dentro da seita. Saiu de lá com uma reportagem brilhante, capaz de revelar as entranhas de um líder à brasileira: corrupto e empreendedor, criminoso e carismático, sedutor e profundamente cruel.



#RotinadeFerro #Amazon #DavidGrinberg #Abrale #EditoraPlaneta #StephenKallis

#MahatmaGandhi #JoãodeDeus #DráuzioVarella



Endereço: Av. Adhemar de Barros, 1.347

Sala 27 B - CEP 11.430.003

Telefone: (13) 99716-5052

Email: jornaldacidadelitoral@gmail.com

contato Comercial