Buscar

CIDADE REDUZ TAXA DE INTERNAÇÃO E MÉDIA MÓVEL DE ÓBITOS



Segundo a Prefeitura de Guarujá, o cenário da pandemia do novo coronavírus mudou no último mês, com a redução de quase três vezes da taxa de internação em leitos públicos, além da média móvel de óbitos, que caiu 63%.

A Prefeitura apertou o cerco no começo de dezembro, quando a Baixada Santista regrediu para a fase amarela do Plano São Paulo, do Governo do Estado. Gradualmente, o índice de ocupação de leitos foi o primeiro a sinalizar a melhora. Nos primeiros dias de dezembro, a taxa de ocupação média era de 50% dos leitos. O número caiu até atingir seu menor patamar nos últimos meses, com apenas 17% de ocupação – dados do dia 11.

Isso se refletiu também no número de óbitos. A média móvel entre os dias 30 de novembro e 7 de dezembro era de 1,57, indo para 2,7 na semana seguinte e atingindo 3,4 na semana do dia 14 de dezembro. Nos últimos 14 dias, as médias foram 2,1 e 0,57, respectivamente.

O secretário de Saúde, Vitor Hugo Canasiro, alerta, porém, para a população não relaxar nos cuidados, fato ocorrido quando a Baixada Santista esteve na fase verde do plano estadual, e depois culminando com o aumento de casos, internações e óbitos, sendo necessária uma nova regressão.

Na esteira da diminuição dos números de internações e óbitos, também estão os casos. A média móvel do último dia de novembro até os primeiros dias de dezembro do ano passado apontava para uma alta: 38,71. Os números foram um pouco mais altos na semana de 14 a 21 de dezembro, registrando 41,71 confirmações. A partir daí ocorreu a desaceleração, passando por 38,57 na semana do dia 21 a 28, caindo para 21,42 entre 28 e 4 de janeiro e chegando no menor patamar nos últimos sete dias (entre 04 e 11 de janeiro), com 17,57.


#Guarujá #Covid19 #PrefeituradeGuarujá