Buscar

BASTIDOR POLÍTICO


Estado coloca Baixada Santista de volta à Zona Laranja




Desde o início da pandemia de Covid-19, em março de 2020, o estado de São Paulo registrou 1,66 milhão de casos e 50,6 mil mortes. Com o aumento de casos em todos os municípios, pós festas de fim de ano, o governador João Doria anunciou reclassificação das regiões, conforme prevê o Plano SP de flexibilização, nenhuma delas ficará nas fases verde e amarela.

A Baixada Santista foi rebaixada para a fase laranja, a partir de segunda-feira (25). No entanto, o governo paulista determinou que todo o estado fique na fase vermelha aos finais de semana e feriados e, após as 20h, nos dias úteis. Nestes períodos apenas serviços essenciais como padarias, mercados e farmácias, podem operar. Bares, restaurantes e comércio não poderão funcionar, apenas delivery. A volta às aulas na rede pública foi adiada, assim como a obrigatoriedade de aulas presenciais. O anúncio das decisões foi feito em coletiva pelo governador João Doria.

De acordo com a última atualização, a taxa da ocupação dos leitos de UTI para Covid-19 na Baixada passou de 43% para 45,7% e a taxa de leitos de Covid-19 para cada 100 mil habitantes caiu de 23,2 para 22,7. Quanto à evolução da pandemia, a taxa de novos casos a cada 100 mil habitantes aumentou de 193,6 para 228,4, a de novas internações de 27,6 para 29,8. A taxa de novos óbitos por 100 mil habitantes também subiu de 8,9 para 9,7.

.................................................


Solidariedade

A presidente Fundo Social de Solidariedade, Edna Suman, iniciou nesta semana a Campanha Adote uma Família. A iniciativa tem como objetivo mobilizar os munícipes e comerciantes para a doação de cestas básicas ou um kg de alimento para famílias em situação de vulnerabilidade social da Cidade. Para participar basta levar a doação de alimentos na sede do Fundo Social. Informações adicionais pelo telefone (13) 3386-8820.


Esclarecimento


O Jornal da Cidade recebeu inúmeras fotos criticando o mau acabamento da Praça das Bandeiras. Em contato com o secretário de Infraestrutura, Adilson Jesus, ele esclareceu que os serviços ainda não terminaram. “Retiramos os tapumes para garantir melhor circulação durante a temporada. Logo retomaremos as obras”.


Suman x Aranha

O secretário de Meio Ambiente de Guarujá, Sidney Aranha, levou exatos 50 dias para responder a reportagem do JC se algumas árvores (espécie fícus) na calçada de Mário Ribeiro eram prejudiciais para tubulações e encanamentos.


Suman x Aranha 2

Como o secretário não respondeu dentro de um prazo mais que razoável, o JC enviou o problema para o prefeito Válter Suman que nos respondeu em menos de duas horas. As árvores serão removidas por suas raízes destruírem canos de água e tubulações de esgoto. Além da Semam, Aranha tem indicações em outras secretarias.


Até no dentista

Atualmente, para evitar problemas com a imprensa, o secretário de Segurança Capitão Venâncio atende chamadas até quando está no dentista. Com a língua mole, anestesiada, disse “Ligo em seguida, estou no dentista”. Isso foi na quinta. Estamos preocupados com a mandíbula do secretário, que não retornou o contato até o fechamento da edição. Esperamos que ele já tenha conseguido fechar a boca. Só para descontrair.


Erva na Bica

Moradores da Barra Funda, em Pitangueiras, entraram em contato com o JC informando sobre a possibilidade do uso de entorpecentes por jovens frequentadores da Biquinha. “O cheiro da “erva” sobe que às vezes ficamos até meio tontos dentro do apartamento” disse um deles. Isso ocorre todos os dias da semana, à noite, especialmente nos finais de semana e feriados prolongados. Fica a dica.


Menos vacinas

O prefeito de Guarujá, Dr. Válter Suman, solicitou ao Governo do Estado 80 mil vacinas, o que daria para imunizar as 40 mil pessoas do chamado grupo prioritário (trabalhadores da saúde e idosos a partir de 60 anos) em duas doses. Contudo, veio apenas 5% do esperado. Como o governo estadual aderiu ao Plano Nacional de Imunização (PNI), o Município aguarda novas doses do Ministério da Saúde. Leia mais na página 3.


Falta bom senso

O número de infectados por Covid-19 em todo o mundo sobem, e o medo também. No Brasil, no segundo semestre, teve eleição (sem necessidade), comemorações de Natal e Ano Novo, além de festas de bacanas e nos bairros que juntaram multidões. Todos sem máscaras. Detalhe: esses eventos estão proibidos por lei. Parte da população age como se não existisse o perigo da epidemia. Absurdo.


Troca de nome

Empresas que trocam o nome fantasia com frequência, causam estranheza. Analisemos. Por quais motivos um empresário investe em publicidade, placas, outdoor, internet, coloca o nome em bancas de jornal, fortalece o nome, a marca fica conhecida pelo público e, de repente, joga tudo isso no lixo? No Brasil, isso ocorre até em hospitais.


Oxigênio no Litoral

A deputada federal Rosana Valle (PSB/SP) cobrou informações das autoridades de saúde sobre o fornecimento de oxigênio aos hospitais e demais unidades de atendimento aos pacientes de Covid-19 da Baixada Santista, Litoral e Vale do Ribeira. A parlamentar enviou ofícios ao secretário de Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn; aos dirigentes da DRS-12 e DRS-4 e ao Consaúde - para saber sobre os estoques de oxigênio.

Santos

O sindicato dos servidores municipais estatutários de Santos (Sindest) luta contra a volta às aulas presenciais em fevereiro por causa do crescimento do número de casos de covid-19. O presidente Fábio Pimentel e outros diretores do sindicato defenderam com veemência que o retorno às atividades letivas na rede pública seja adiado.


Seeclag na ativa

O presidente do Seeclag – Sindicato dos Zeladores e Auxiliares de Guarujá e Bertioga, Everaldo Alves da Silva, após denúncias de funcionários sobre a falta de EPIs contra a Covid-19, entrou em contato com alguns edifícios e administradoras para solucionar o problema.


Seeclag na ativa 2

Como nem todos foram resolvidos no diálogo, o presidente, juntamente com o diretor Anoelio de Salles, solicitou que o Jurídico do Seeclag emitisse uma circular endereçada às administradoras e sindicato patronal com nota técnica do Ministério Público do Trabalho, que reforça a obrigatoriedade da adoção de medidas preventivas para proteção dos trabalhadores. Os associados podem comunicar irregularidades através do juridico@seeclag.com.br para que o SEECLAG tome providências.


Falecimento

O conceituado empresário e ex-rotariano Amadeu Monteiro de Melo – diretor da AMM Imóveis, e um dos fundadores do Sinprecon, faleceu nesta semana. A família comunica que a Missa de 7º Dia acontece no dia 26 de janeiro, terça-feira, às 19h, na Igreja Matriz do Guarujá. Nossos sentimentos aos familiares.




#BaixadaSantista #ZonaLaranja #Covid19 #JoãoDoria #PlanoSP

#FundoSocialdeSolidariedade #EdnaSuman #CampanhaAdoteumaFamília #AdilsonJesus #Guarujá #PrefeituradeGuarujá #SidneyAranha #MeioAmbiente #VálterSuman #PlanoNacionaldeImunização #MinistériodaSaúde #RosanaValle #PSB #Consaúde #Sindest #FábioPimentel #Seeclag #MinistérioPúblicodoTrabalho #Sinprecon