Buscar

VEJA A PREVISÃO DA SUA VACINAÇÃO E LOCAIS - Enfermeira recebe a primeira dose da vacina em Guarujá





Neste primeiro momento, com as primeiras 4.600 doses recebidas, Município imunizará apenas trabalhadores das UPAs, hospitais e ILPIs; auxiliar de enfermagem há 35 anos é a primeira a ser vacinada




A primeira vacina contra a covid-19 foi aplicada em Guarujá na manhã desta quinta-feira (21). A primeira imunizada, na Unidade de Saúde da Família (Usafa) Jardim Dos Pássaros, foi a auxiliar de enfermagem Sebastiana Martins Flávio, de 58 anos, servidora de carreira há 35 anos, que atua na linha de frente da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Enseada.




Assim, foi iniciado o Plano Operativo de Vacinação contra a covid-19 em Guarujá. Neste primeiro momento, com as 4.600 doses recebidas do Governo do Estado, serão priorizados os profissionais que estão na linha de frente no combate à pandemia, além de oito Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs) da Cidade.




Quando mais vacinas chegarem ao Município será possível ampliar o público-alvo e seguir vacinando o grupo prioritário, de acordo com o Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde.




“Guarujá tem feito sua parte desde o começo da pandemia. A vacina traz a esperança de uma solução eficaz e segura, é o nosso primeiro gol numa partida em que, até então, o mundo inteiro vinha perdendo de goleada”, metaforizou o prefeito Válter Suman, que, ao lado da vice-prefeita, Adriana Machado, cumprimentou a primeira imunizada do Município. “Gostaríamos de vacinar todos, mas, nas condições atuais, precisamos priorizar quem luta diariamente para preservar vidas”, complementou Suman.




Primeira vacinada


Guarujaense e moradora do Jardim Boa Esperança, em Vicente de Carvalho, Sebastiana Martins Flávio, tem 58 anos de idade, 35 deles dedicados à Saúde de Guarujá. Já atuou no antigo Programa de Internação Domiciliar (PID) e agora integra o programa Humaniza SUS, na UPA da Enseada.




Gratidão e esperança. Foram esses os sentimentos descritos por Tiana, como é chamada carinhosamente por colegas de trabalho. “Não acreditei quando disseram que eu seria eu a primeira vacinada. É muita responsabilidade e felicidade ao mesmo tempo. A ciência venceu novamente e nos fará vencer essa doença”, disse.




Cronograma


Como as doses não serão suficientes para iniciar a vacinação dos demais grupos prioritários neste momento, a Secretaria de Saúde (Sesau) de Guarujá optou por centralizar a imunização apenas na Usafa Jardim dos Pássaros. Já os hospitais receberão as doses diretamente, sendo responsáveis pela vacinação integral de seus profissionais.




Os profissionais das UPAs e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) receberão a vacina diariamente, a partir desta quinta-feira (21), das 8 às 17 horas. Serão feitas duas rodadas para atender todos os plantões dessas unidades, repetindo a mesma sequência a partir do dia 28 de janeiro até 3 de fevereiro, seguindo a seguinte ordem:




21/01 – UPA Enseada + Ambulatório do Hospital Ana Costa


22/01 – UPA Perequê + SAMU


25/01 – UPA Rodoviária


26/01 – UPA Vicente de Carvalho


27/01 – UPA Santa Cruz dos Navegantes + SAMU




ILPIs e idosos acamados


A vacinação nas ILPIs será realizada pelos profissionais da Sesau. Equipes irão até as oito instituições da Cidade para imunizar 189 idosos e mais 141 funcionários, totalizando 330 doses. Começou na última quarta-feira (20) o cadastramento para que os idosos acamados recebam a vacina. A inscrição poderá ser realizada por um ente familiar ou cuidador da pessoa na unidade de saúde mais próxima.




Doses a menos


Guarujá solicitou ao Governo do Estado 80 mil vacinas, o que daria para imunizar as 40 mil pessoas do chamado grupo prioritário (trabalhadores da saúde e idosos a partir de 60 anos) em duas doses. Contudo, veio apenas 5% do esperado. Como o governo estadual aderiu ao Plano Nacional de Imunização (PNI), o Município aguarda novas doses do Ministério da Saúde