Buscar

PREFEITO SUMAN REIVINDICA SOLUÇÕES IMEDIATAS PARA GARANTIR SEGURANÇA NO SISTEMA ANCHIETA-IMIGRANTES


Em carta enviada ao secretário de Estado da Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos, o prefeito de Guarujá, Válter Suman, reivindicou a adoção de medidas imediatas para garantir a segurança de usuários do Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI). O prefeito se posicionou após os episódios ocorridos durante o último feriado prolongado, quando foi registrada tentativa de assalto que assustou motoristas que retornavam ao planalto paulista.

Principal via de ligação para quem vem de São Paulo em direção à Baixada Santista, o SAI registrou a passagem de 287.896 veículos, segundo a Ecovias, concessionária que administra o sistema. Isso significa que cerca de 900 mil turistas desceram a Serra, boa parte deles com destino a Guarujá.

Na carta, o prefeito detalhou a importância do turismo para todas as cidades da Baixada Santista e explicitou profunda preocupação com episódios de insegurança como o flagrado no SAI no último domingo (17). Após tentativa de assalto a motoristas parados no engarrafamento, alguns chegaram a tentar retornar na contramão da Rodovia dos Imigrantes.

“O turismo é uma das principais atividades econômicas de nossa cidade e episódios como esse geram efeito contrário a todo o esforço de recuperação da atratividade turística que vem sendo engendrado pelo Município”, registrou o prefeito de Guarujá.

Investimentos municipais

Suman ressaltou os investimentos feitos recentemente pelo Município para colaborar com a estrutura da SSP, citando o reforço no efetivo da Guarda Civil Municipal (GCM) e o armamento da corporação, iniciado em março desse ano.

Além disso, o chefe do Executivo lembrou, por exemplo, o incremento financeiro no convênio que mantém a Atividade Delegada no Município. Para Suman, Guarujá e as demais cidades da Baixada Santista precisam de reforço no policiamento também fora da temporada de verão, quando isso já ocorre, com a tradicional Operação Verão.

“Há escassez de efetivo da Polícia Civil (escrivães, delegados e investigadores), tornando moroso o registro de ocorrências e, por consequência, imobilizando recursos humanos e viaturas, que deixam de estar em suas atividades ordinárias de patrulhamento ostensivo e preventivo na cidade”, observou o prefeito.

Posts recentes

Ver tudo

Endereço: Av. Adhemar de Barros, 1.347

Sala 27 B - CEP 11.430.003

Telefone: (13) 99716-5052

Email: jornaldacidadelitoral@gmail.com

contato Comercial