Endereço: Av. Adhemar de Barros, 1.347

Sala 27 B - CEP 11.430.003

Telefone: (13) 99716-5052

Email: jornaldacidadelitoral@gmail.com

contato
  • JORNAL DA CIDADE LITORAL

GUARUJÁ CRIA FORÇA TAREFA PARA INTENSIFICAR AÇÕES CONTRA MORTALIDADE INFANTIL


O prefeito de Guarujá Válter Suman reuniu representantes de diversos setores da saúde e parceiros para criar uma força-tarefa, a fim de intensificar as ações de combate à mortalidade infantil no Município. As estratégias envolvem atuação socioeducativa e cuidados que passam pelo pré-natal, aleitamento materno e planejamento familiar. A reunião foi realizada no Paço Moacir dos Santos Filho, e reuniu cerca de 50 pessoas. O prefeito Válter Suman na ocasião afirmou que Guarujá está em guerra contra a mortalidade infantil. “É um encontro histórico e não mediremos esforços para mudar essa realidade, fazendo parcerias, chamando a responsabilidade de todos os setores e também co-responsabilizando os indivíduos quanto aos cuidados pessoais e de saúde”, declarou. Participaram representantes das Unidades Básicas e de Saúde da Família; Urgência e Emergência; Vigilância em Saúde; Diretoria de Planejamento em Saúde; Comitê Municipal de Vigilância à Mortalidade Materno, Fetal e Infantil; Conselho Municipal de Saúde; Agentes Comunitários; Hospital Santo Amaro, Hospital Guarujá; Organização Social Pró-Vida e representante do Legislativo, além das Universidades de Ribeirão Preto (Unaerp) e do Oeste Paulista (Unoeste). Saúde aponta vulnerabilidade social como um dos fatores Durante o encontro com os gestores da saúde e sociedade, o secretário de Saúde, Vitor Hugo Straub Canasiro exibiu um panorama histórico da mortalidade infantil na Baixada Santista, e sua relação com a vulnerabilidade social. “Guarujá tem 46,2% da sua população vivendo em situação de vulnerabilidade alta, um problema que se arrasta há décadas e para o qual o poder público, atualmente, vem dedicando especial atenção”, introduziu. Segundo o secretário, criar um enfrentamento à mortalidade infantil não envolve apenas ações relacionadas à saúde. “Engloba outros setores, tais como: assistência social, educação e segurança pública. Precisamos alinhar estratégias que passam por soluções multifatoriais”, apontou. Conforme o secretário, a Secretaria de Saúde vem intensificando ações na linha de cuidado, tanto com a mãe quanto com o bebê. Dentre as iniciativas, o aumento da busca ativa das gestantes faltosas, rápida liberação de exames com alguma alteração, para agilizar o tratamento mais oportuno (já que causas infecciosas podem levar a partos prematuros), parceria com o laboratório prestador de serviços; aumento da oferta de exames de ultrassonografia obstétrica; aumento de 30% em vagas no pré-natal de alto risco, entre outras ações. Mais ações - Paralelamente, as equipes que atendem diretamente a gestaste passam por capacitações periódicas, quanto ao pré-natal e à importância do aleitamento materno e do planejamento familiar. Outra ponta de ação é o Programa Saúde na Escola (PSE), com palestras de orientação sobre gravidez na adolescência (e outros assuntos), oferecidas aos alunos do Fundamental II, da rede municipal. Campanhas de divulgação da importância do pré-natal, também estão sendo programadas. Guarujá reduziu a mortalidade materna, no passado

. “Não estamos parados. Temos trabalhado duro pela vida, tanto da mãe, quanto do bebê”, afirmou a coordenadora de Saúde da Mulher, a ginecologista e obstetra Adriana Machado.

#VÁLTERSUMAN #UNOESTEGUARUJÁ #OSPRÓVIDA #HOSPITALSANTOAMARO

4 visualizações