Buscar

BASTIDOR POLÍTICO

Vai pagar tudo?

Em nota com redação de difícil compreensão e erros gramaticais o Hospital Santo Amaro informou que os funcionários do HSA terão o recolhimento do FGTS em dia. A forma e o valor que serão depositados para os funcionários não foram reveladas durante a semana. Sabe-se que a dívida do Hospital com os depósitos do FGTS é grande. Aguardemos.

Insatisfeitos

A verdade é que não são poucos os funcionários (onde se incluem médicos) que estão insatisfeitos com a gestão do advogado Urbano Bahamonde à frente do Hospital. Todos temem perseguição ou represálias e só falam em off com garantia de sigilo da fonte. Com o conselho “nas mãos” Urbano se elege e reelege como se a presidência fosse vitalícia. E o Hospital Santo Amaro, a Cuba, dos irmãos Castro.

Com o governo

Sem demérito a outros prefeitos, foi o saudoso Jayme Dayge que estruturou a Cidade em boa parte do que Guarujá possui de bom até hoje. O segredo? Ele era sempre “amigo” do governador ou presidente da República de plantão. O compromisso dele não era com o partido nem com políticos. Era com quem oferecesse condições melhores para a população da Cidade.

O bicho pegou

No Brasil, em um gabinete de um secretário, o bicho pegou. Ele não estaria cumprindo com algum contrato ou acordo e o prejudicado foi pra cima. Pelo que se fala nos bastidores a coisa foi feia.

Educação Especial

Se depender da vontade ou conhecimento do vice-prefeito e Secretário de Educação Renato do Gama, a política para a Educação Especial continuará piorando. O JDC está consultando especialistas para obter um relatório do segmento, que é sensível social e politicamente.

Mau exemplo

Enquanto a diretoria de Trânsito (Beccari e Cabanas) ofereceu atenção e retorno sobre uma reclamação que foi protocolada por uma mãe de aluno especial, a Educação deu de ombros. A mãe oficiou Sedecon e Sedel. Esse secretário parece não respeitar a ninguém.

Bom exemplo

O Decreto do prefeito Válter Suman, que instituiu o Serviço Público Especial de Transporte de Pessoas com Deficiência em Veículos Adaptados (Avant) começou a ser executado pela City Transporte nesta semana.

Bom exemplo 2

O Avant é destinado ao transporte gratuito de pessoas com deficiência que dependem de cadeira de rodas para sua locomoção. “É mais uma conquista, vitória e respeito para as pessoas com deficiência na Cidade” enfatizou o prefeito.

PSDB SP

O Instituto Teotônio Vilela (ITV), que tem como coordenador o deputado estadual Marco Vinholi, presidente do PSDB-SP promoveu ontem, 26 e hoje, dia 27 de julho, em São Paulo, o curso de formação para pré-candidatos tucanos às eleições municipais de 2020.

Sem aluguel

Quem vê os mega quiosques restaurantes na Orla da Cidade nem imagina que eles não pagam aluguel nem IPTU para a Prefeitura pelos espaços que podem chegar a 370 metros. Pelo privilegiado local, os grandes quiosques pagam apenas Taxa de Mobiliário Fiscal, que não ultrapassa os R$ 3 mil por mês. Sem dúvida, um ótimo negócio para eles, e péssimo para a PMG e cidadãos.

Sedel informa que Unaerp dará apenas 56 bolsas em três anos

No mesmo período, a prefeitura economizaria R$ 21 milhões se retomasse o prédio da Universidade

Sem licitação

A “renovação” do contrato entre Unaerp e Prefeitura de Guarujá ocorreu de forma antecipada, sem licitação, sem publicidade e em quatro linhas (vinte palavras) no Diário Oficial de 31 de dezembro de 2014 (véspera de ano novo), onde não consta, nem o nome da Unaerp, nem o da Fundação Fernando Eduardo Lee.

Sem publicidade

Ao invés de dar publicidade pelo “feito” e tornar a “renovação do contrato” com a Prefeitura manchete na imprensa e internet, a direção da Unaerp preferiu o silêncio, o sigilo, o segredo? A referida “renovação” ocorreu na gestão da ex-prefeita Antonieta e a secretária de Educação da Prefeitura era Priscilla Bonini, então, diretora licenciada da Unaerp (conflito de interesse?) que hoje está de volta à universidade.

Sem transparência

O vice-prefeito Renato do Gama (PSB) assumiu a secretaria de Educação após a saída de Priscilla do cargo. A Unaerp ocupava e ocupa terreno e prédio públicos em área nobre sem pagar aluguel nem IPTU. Desde o ano passado, o JDC solicitava ao secretário Renato a quantidade de bolsas de estudos que a Unaerp oferece para continuar utilizando o local público sem pagar aluguel nem IPTU. Estranhamente, o secretário não informava.

Sedel não mudou

Após quase um ano de insistência do JDC, para saber uma informação que deveria ser pública, o secretário Renato respondeu oficialmente que, em troca de toda a área pública ocupada pelo prédio da Unaerp sem pagar aluguel, nem IPTU, em 2017 (seu primeiro ano à frente da Seduc), a Unaerp concedeu ao Município 14 bolsas de estudos gratuitas. No ano passado, em 2018, foram 18 bolsas. Até o final do ano de 2019 o secretário informa que serão oferecidas apenas mais 24 bolsas para a população. Pelos três anos, o secretário Renato manteve a mesma média de bolsas de quando Priscilla da Unaerp era secretária de Educação.

Prejuízo de R$ 21 milhões

A área pública da Unaerp, se ocupada por setores da PMG que hoje pagam alugueis, economizaria para os cofres públicos cerca de R$ 7 milhões por ano (R$ 21 milhões em três anos, em troca de 56 bolsas de estudos), segundo dados fornecidos pela própria prefeitura. O que não se sabe é o motivo do vice-prefeito e secretário Renato Pietropaolo permitir tamanho prejuízo econômico à Cidade e político ao atual governo.

Não vai divulgar?

No primeiro semestre de 2019, o vereador Fernando Peitola (PSDB), via requerimento, solicitou da PMG as cópias dos contratos e processos administrativos da Unaerp. A Prefeitura entregou ao vereador todos os documento, mas Peitola, que estava determinado a “abrir a caixa preta” (como se fala na cidade sobre o contrato), parece ter desanimado. Mudou de ideia e preferiu não divulgar aos seus eleitores o conteúdo dos documentos. Se levasse em frente, o vereador poderia conseguir para as famílias pobres a oportunidade de seus filhos estudarem de graça na Unaerp como bolsistas. Esperemos que o vereador resolva tornar público os documentos. O JDC tem espaço aberto para entrevista do vereador.

Endereço: Av. Adhemar de Barros, 1.347

Sala 27 B - CEP 11.430.003

Telefone: (13) 99716-5052

Email: jornaldacidadelitoral@gmail.com

contato Comercial