Buscar

BASTIDOR POLÍTICO

Transporte escolar Não é de hoje que o JDC alerta para problemas na Secretaria de Educação. Na última edição, o JDC publicou problemas com transporte escolar de crianças especiais (por perueiros) e o secretário Renato Pietropaolo, nem nenhum outro órgão responsável pelo setor responderam nada. Transporte escolar 2

O secretário e vice-prefeito Renato Pietropaolo não parece preocupado com a secretaria. Pietropaolo já foi alertado, no primeiro ano dele na SEDEL, que a Educação Especial estava pior do que na época de Priscilla Bonini e Maria Antonieta. Um professor confirmou esta semana ao JDC que a SEDEL continua pior que na gestão passada. Transporte escolar 3 Os professores estão claramente insatisfeitos com a gestão do vice-prefeito na secretaria. Falam de falta de professores especiais, desorganização, despreparo do secretário, e falta de comprometimento dele com o trabalho. Eles dizem que o vice-prefeito trabalha pouco e chega à secretaria por volta das 10 horas (quando vai trabalhar. E quando não vai para Sedel, onde estaria o secretário?). “O secretário nem faz o mínimo de visitar administrativamente as escolas. A SEDEL só vai melhorar se trocar de secretário” disparou um professor. O JDC ligou para o secretário, mas ele não atendeu nem retornou a ligação. Transporte escolar 4 Ao contrário do vice, o prefeito Válter Suman sempre que é questionado ou alertado sobre possíveis problemas com crianças especiais ou idosos, oferece total atenção e ordena imediatamente providências, chegando inclusive, a acionar diretores da SEDEL em pleno final de semana e feriados. Os diretores atendem telefone. Punição A legislação que regulamenta o transporte escolar é antiga (1999), mas prevê pena para permissionários (perueiros) que não cumprirem a lei. Deixar aluno em local não contratado e com terceiro não autorizado são infrações graves. Kenny e Suman

O deputado estadual professor Kenny (PP) deixou claro que estará junto com o prefeito Válter Suman (PSB) numa possível candidatura à reeleição. Disse isso com todas as letras. Anote ai O vereador Pastor Sargento Marcos não deve concorrer à reeleição pelo PSB. Nos bastidores, fala-se sobre um possível desentendimento do parlamentar com o diretório da legenda. Jantar Solidário Na próxima edição, veja matéria especial sobre o concorrido Jantar 100% Solidário do Fundo Social (Edna Suman), no Restaurante Chopp Halle (Luiz Menezes), que teve cobertura exclusiva do Jornal da Cidade Litoral e Programa Welinton Andrade na TV. As fotos já estão no site do jornal e o programa sendo exibido na TV Guarujá, Guarutv e TV Itapema. Cultura social Por onde anda, a presidente do Fundo Social de Solidariedade Edna Suman deixa claro sua admiração e gratidão com o secretário de Cultura Marcelo Nicolau. “Todos os eventos que ele faz na Cultura recolhe alimentos para as famílias atendidas pelo Fundo Social”. Praia Grande

A Associação Comercial e Empresarial de Praia Grande (ACEPG) deu posse a sua nova diretoria Executiva que tem como presidente Antônio Pio Neto. O prefeito Alberto Mourão participou da solenidade, na Câmara Municipal. Eleições 2020 Com a crise, dinheiro escasso, burocracia e contabilidade complicadas, cargos comissionados diminuídos e eleitores vigilantes, as eleições para vereador e prefeito no ano que vem devem ser das mais difíceis. Isso, sem contar com o fim das coligações proporcionais. Eleições 2020 (2) Sobre o tema, os candidatos endinheirados que pensam em fazer boca de urna (ilegal) terão gravadores e câmeras de celulares de eleitores e adversários vigilantes contra eles, e podem ganhar e não levar, como ocorreu com o vereador José Telles Jr. que perdeu seu mandato por algo do tipo. Eleições 2020 (3) A questão do fim das coligações proporcionais deve provocar a formação de “Jumbão” ou “Partidão”, onde agremiações juntarão o máximo de puxadores de votos com ou sem mandatos para que o partido eleja grande número de vereadores. Eleições 2020 (4) Quanto aos candidatos que não possuem chances de vitória, eles deverão virar cabos eleitorais dos mais fortes e os que persistirem em suas candidaturas serão acomodados em partidos que não elegerão nenhum dos seus integrantes. Eleições 2020 (5) No sistema de campanha Jumbão ou Partidão, cidades como Guarujá, São Vicente e Santos que possuam entre 15 e 21 vereadores, o principal candidato ao executivo deverá ter, no máximo, três partidões, onde será possível acolher um total de doze vereadores e mais uma dezena de suplentes bons de voto, por exemplo. Fila da Balsa O prefeito Válter Suman (PSB) sancionou a Lei Municipal 4.622 - originária do Projeto de Lei 012/2019, do vereador Edilson Dias (PT) - que limita, em 20 minutos, o tempo máximo de espera na fila da travessia de balsas entre Guarujá e Santos, sob pena de multa à empresa responsável pelo serviço. O Executivo agora tem prazo de 90 dias para regulamentar a medida, de modo a definir como será realizada a fiscalização (Procon e Trânsito) e aplicadas as sanções previstas na nova lei. Eleição SP

Na corrida pela sucessão do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), os principais nomes que surgem são: deputado federal Celso Russomano (PRB) – que sempre sai na frente e perde – Fernando Haddad (PT), Márcio França (PSB) e Covas que amarga forte rejeição na Capital. Aeroporto Na terça-feira o prefeito Válter Suman (PSB) esteve em Brasília em cerimônia com o ministro de Estado da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, para assinatura da anuência à concessão da exploração do Aeródromo Civil Metropolitano de Guarujá. A cerimônia foi realizada no gabinete do ministro na Esplanada dos Ministérios. Leia mais na página 3.