Buscar

POLICIA MILITAR NEGA A OCORRÊNCIA DE “ARRASTÃO” EM GUARUJÁ


Entre o feriado do dia 15 de novembro – Proclamação da República, e dia 20 – Consciência Negra foram sete dias de movimentação nas Cidades da Baixada Santista. Guarujá teve a taxa de ocupação em hotéis de 95%. Diante o intenso fluxo a mídia local divulgou que mais uma vez o túnel da Vila Zilda foi tomado por um “Arrastão” com menores assaltando.

O Comando do 21 Batalhão de Polícia Militar do Interior contesta a notícia de fez questão de explicar sobre o trabalho realizado na Cidade e as estratégias de combate à criminalidade. Segundo o Batalhão, as ações de Polícia Ostensiva e de preservação da ordem pública são realizadas por equipes de Policiamento de Radiopatrulhamento, Ronda Escolar, Ciclístico, Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas – ROCAM, e Base Comunitária Móvel. As rondas são realizadas diuturnamente e de forma ininterrupta no atendimento à população.

Para os finais de semana e feriados, a Polícia Militar desenvolve planejamento especial e desencadeia operações a fim de propiciar sensação de segurança aos munícipes e turistas que visitam Guarujá. Neste feriado, o Batalhão recebeu o apoio do 2º BAEP, Escola de Soldados do CPI-6, efetivo administrativo do CPI-6, efetivo administrativo do 21º BPM/I.

Ainda com relação à reportagem, se faz necessário esclarecer que o termo “arrastão” foi empregado inadequadamente. “Não é possível afirmar que houve um arrastão, e sim uma tentativa isolada de roubo, frustrada pela rápida ação dos policiais militares que estavam posicionados ao longo da Avenida Vereador Lídio Martins Correia, e que efetuaram de imediato a detenção dos criminosos. Destaca-se ainda, como mencionado por uma das vítimas, “no momento não havia mais nenhum carro” na via, o que torna impossível a prática de um arrastão.

Segundo os esclarecimentos da corporação, Guarujá em prévio levantamento estatístico de comparação com o mesmo período do ano anterior, sofreu uma redução nos índices de roubos diversos, e furto e roubo de veículos, mantendo-se, ainda, o número de vítimas de homicídios em zero. Durante os feriados de novembro foram registradas prisão imediata de dois infratores em uma única tentativa no feriado de finados e outras duas no último feriado da Proclamação da República.

Para coibir e combater esse tipo de ação, a Polícia Militar ressalta que é de grande importância à participação da população, que pode, por meio do telefone de emergência 190 ou disque-denúncia 181, fornecer informações de grande utilidade no combate à criminalidade e solução de conflitos, garantindo uma sociedade mais justa e segura.