Buscar

BASTIDOR POLÍTICO LITORAL - AMANHÃ NAS BANCAS


Novo secretariado

As nomeações e exonerações publicadas no Diário Oficial desta semana, resultado da minirreforma administrativa do Executivo aprovada na Câmara, agitaram o mundo político e mexeram com as cadeiras do primeiro escalão e vereadores. A coluna Bastidor Político fez um resumo para o leitor acompanhar as mudanças.

Novo secretariado 2

A jornalista Thaís Margarido deixou o Turismo e assumiu a nova secretaria de Relações Sociais. No seu Lugar ficou, interinamente, Marcelo Nicolau, o adjunto da secretaria.

Novo secretariado 3

No Turismo deve assumir o ex-gerente executivo do Santos e Região Convention & Visitors Bureau Alexandre Nunes. Na quinta feira, ele já estava na secretaria sendo apresentado aos funcionários. A nomeação será publicada no DO de sábado, dia 21.

Novo secretariado 4

O novo secretário de Desenvolvimento Econômico e Portuário Gustavo Martins Rondini, seria indicação do ex-vereador Gilberto Benzi. Entretanto, ele estaria apenas substituindo o titular da pasta que está em férias, Alexandre Trombeli.

Novo secretariado 5

O vereador pastor Marcos Pereira, do PSB, ficou sem cadeira na Prefeitura, mas retornou para a sua na Câmara. O suplente Carlos Eduardo Vargas assume uma diretoria na PMG.

Novo secretariado 6

A reforma administrativa extinguiu a secretaria de Esportes e Lazer, que tinha como secretário o vereador Nicolaci Fincatti, do DEM. Ele assumiu a secretaria de Assistência Social. A secretaria de Educação, que tem como secretário o vice-prefeito Renato do Gama, do PSB, absorveu o Esporte.

Novo secretariado 7

Willian Lancelotti deixou a secretaria de administração, ficando no seu lugar o novo secretário Rogério Lima Netto. Na secretaria de Saúde, o interino Sandro Luiz Ferreira de Abreu virou titular da pasta.

Futebol e Gás?

A reforma administrativa possui algumas curiosidades. A maior delas foi a nomeação do ex-vereador, ex-jogador de futebol e jornalista esportivo Nelsinho Alves Filho como diretor de desenvolvimento em Petróleo e Gás.

Futebol e Gás? 2

A indicação do ex-jogador de futebol e jornalista esportivo Nelsinho para a diretoria de Petróleo e Gás teria partido do deputado federal Marcelo Squassoni, do PRB.

Sinais políticos

Nos Bastidores comenta-se que a minirreforma administrativa deu, entre outros sinais, que a atual administração, pelo menos por enquanto, não quer briga com Gilberto Benzi, do PR; Contemplou o governador Márcio França, que teria indicado o novo secretário de Turismo Alexandre Nunes e deu um boi para o deputado Squassoni, ao nomear o ex-jogador de futebol (dos bons) e jornalista esportivo Nelsinho para a diretoria de Petróleo e Gás.

Virando político

O leitor pode concordar ou discordar das nomeações e da reforma do secretariado, entretanto, o prefeito Válter Suman, do PSB, começa a dar sinais de crescimento político e administrativo ao jogar com as pedras que possui, agradando a quem tem o poder nas mãos.

A força da caneta

Mais que isso, o prefeito demonstrou politicamente que quem manda na administração é ele. Por isso, quando outubro passar, podem vir mais novidades, dependendo dos resultados das urnas estaduais e municipais, para o bem e para o mal.

Sabesp e Cetesb

O Jornal da Cidade questionou a PMG sobre as constantes bandeiras vermelhas da Cetesb para a praia de Pitangueiras, fora da temporada de verão.

Sabesp e Cetesb 2

Comerciantes e moradores sabem que o problema está na tubulação de esgoto da Sabesp que é antiga, estreita, e precisa ser trocada, pois vasa esgoto constantemente para a calçada, rua e praia.

Sem resposta

Sobre o antigo problema que polui Pitangueiras, o JC tentou contato com o presidente da Aceg, Jairo Nobre (que possui quiosque no calçadão e restaurante em Pitangueiras), para saber se a Associação já tomou alguma providência sobre o caso, mas não obtivemos resposta.

Chega de verba

A brincadeira que corre nos Bastidores é que a Prefeitura de Guarujá irá pedir para o deputado Marcelo Squassoni, do PRB, parar de mandar verbas para a cidade (em ano de eleição, ele diz que trouxe 52 milhões, mas ninguém viu esse dinheiro chegar). É muito dinheiro. Solidário, o governo quer que o deputado ajude também outras cidades.

Hospital público?

Se o deputado Squassoni tivesse realmente mandado R$ 52 milhões para Guarujá, com ênfase para a Saúde, por qual motivo ele não cumpriu a promessa de campanha de trazer para Itapema um hospital público para a população?

Deficientes

Leitores do JC denunciaram obstrução na calçada da esquina da Rua Mário Ribeiro com a Av. Leomil. Segundo eles o problema impede circulação de cadeirantes. Querem providências da PMG.

Bolsonaro e Ciro

Partidos que negociavam apoio com os presidenciáveis Ciro Gomes, do PDT, e Jair Bolsonaro, do PSL, deram nesta semana uma guinada em direção à candidatura de Geraldo Alckmin, do PSDB. Entretanto, o martelo só deve ser batido na quinta-feira, 26 de agosto.

#MARCELOsquassoni #bolsonaro #cirogomes #NelsinhoFilho #petróleoegás #GOVERNADORMÁRCIOFRANÇA #secretárioturismoalexandrenunes #nicolaci #pastorsargentomarcos #rogeriolimaneto #sabesp #cetesb #REFORMAADMINISTRATIVA #DEFICIENTES #RUAMÁRIORIBEIRO #AVENIDALEOMIL

Endereço: Av. Adhemar de Barros, 1.347

Sala 27 B - CEP 11.430.003

Telefone: (13) 99716-5052

Email: jornaldacidadelitoral@gmail.com

contato Comercial