Buscar

AGORA É LEI: CORTES NO ABASTECIMENTO DE ÁGUA DEVERÃO SER AMPLAMENTE DIVULGADOS

CORTES NO ABASTECIMENTO DE ÁGUA DEVERÃO SER AMPLAMENTE DIVULGADOS

Lei Municipal 4.551, originária do Projeto de Lei 062/2018, foi sancionada e já está em pleno vigor; objetivo é assegurar que a população seja informada com antecedência sobre interrupções no abastecimento de água

Foi sancionada pelo prefeito Válter Suman (PSB) a Lei Municipal 4.551, originária do Projeto de Lei 062/2018, de autoria da vereadora Andressa Sales (PSB), que obriga a empresa responsável pela distribuição de água no Município a dar ampla publicidade aos casos de interrupção no abastecimento dos domicílios locais.

A medida foi publicada na edição do Diário Oficial desta quarta-feira (11) e já está em vigor a partir da presente data.

A nova legislação prevê que, quando houver corte no abastecimento de água, a companhia deva disponibilizar, de imediato, a divulgação ao público, por meio das redes sociais, assim como informar os motivos, o local de ocorrência e, sobretudo, as regiões afetadas pela suspensão do serviço.

SAIBA MAIS

A iniciativa foi aprovada pelo plenário da Câmara Municipal na sessão legislativa do último dia 29/5, por unanimidade de votos.

A autora da proposta argumenta que, especialmente nos meses de junho e julho, nossa região sofre com a falta de chuvas, em razão do período de estiagem.

"Os níveis de nossos reservatórios diminuem consideravelmente, sendo constante a falta de água, principalmente nas comunidades mais afastadas", chama atenção ela, convencida de que a maioria dessas ocorrências é bastante previsível.

"Creio que, na maioria das vezes, é possível informar a população de forma antecipada, evitando assim que as pessoas fiquem reféns desse tipo de situação", destaca Andressa.CORTES NO ABASTECIMENTO DE ÁGUA DEVERÃO SER AMPLAMENTE DIVULGADOSLei Municipal 4.551, originária do Projeto de Lei 062/2018, foi sancionada e já está em pleno vigor; objetivo é assegurar que a população seja informada com antecedência sobre interrupções no abastecimento de águaFoi sancionada pelo prefeito Válter Suman (PSB) a Lei Municipal 4.551, originária do Projeto de Lei 062/2018, de autoria da vereadora Andressa Sales (PSB), que obriga a empresa responsável pela distribuição de água no Município a dar ampla publicidade aos casos de interrupção no abastecimento dos domicílios locais. A medida foi publicada na edição do Diário Oficial desta quarta-feira (11) e já está em vigor a partir da presente data. A nova legislação prevê que, quando houver corte no abastecimento de água, a companhia deva disponibilizar, de imediato, a divulgação ao público, por meio das redes sociais, assim como informar os motivos, o local de ocorrência e, sobretudo, as regiões afetadas pela suspensão do serviço.

SAIBA MAISA iniciativa foi aprovada pelo plenário da Câmara Municipal na sessão legislativa do último dia 29/5, por unanimidade de votos. A autora da proposta argumenta que, especialmente nos meses de junho e julho, nossa região sofre com a falta de chuvas, em razão do período de estiagem. "Os níveis de nossos reservatórios diminuem consideravelmente, sendo constante a falta de água, principalmente nas comunidades mais afastadas", chama atenção ela, convencida de que a maioria dessas ocorrências é bastante previsível. "Creio que, na maioria das vezes, é possível informar a população de forma antecipada, evitando assim que as pessoas fiquem reféns desse tipo de situação", destaca Andressa.

Endereço: Av. Adhemar de Barros, 1.347

Sala 27 B - CEP 11.430.003

Telefone: (13) 99716-5052

Email: jornaldacidadelitoral@gmail.com

contato Comercial