Buscar

NOVA EDIÇÃO DO JORNAL DA CIDADE LITORAL


Avenida Dom Pedro vai receber

estudo para prolongamento

Decreto suplementou R$ 400 mil para contratação de Eia-Rima

O prolongamento da Avenida Dom Pedro vai receber um estudo para seu prolongamento, após decreto do prefeito Válter Suman que suplementou em R$ 400 mil o orçamento da Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão (Seplan).

Esse recurso, proveniente do Fundo Metropolitano da Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem), destina-se à contratação (já licitada) do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e seu respectivo Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) da obra. Tratam-se de documentos técnicos multidisciplinares que têm como objetivo realizar avaliação ampla e completa dos impactos ambientais significativos da implantação do empreendimento, além de indicar as medidas mitigadoras correspondentes.

“Ainda precisamos buscar recursos para a realização das obras, e ações políticas do prefeito junto ao governador do Estado de São Paulo, Márcio França, já estão em andamento”, afirma o secretário municipal de Planejamento, Darnei Cândido.

Segundo o secretário, o traçado já foi previamente discutido e aprovado na Promotoria de Urbanismo e Meio Ambiente de Guarujá. “E já existe, inclusive, projeto em trâmite na Prefeitura de novo pré-plano urbanístico, comprovando que projetos como esse só trazem desenvolvimento para a nossa Cidade”, afirma Darnei.

Quem fará a análise do projeto de prolongamento?

CMDUH - Projetos como este, são analisados pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitacional (CMDUH) e sua respectiva comissão técnica, formada por técnicos das secretarias Municipais de Planejamento; Habitação; Infraestrutura e Obras; Meio Ambiente; Desenvolvimento Econômico e Portuário e Advocacia Geral do Município.

O CMDUH é um conselho municipal de formação paritária, composto por seis membros da Prefeitura e 11 da sociedade civil organizada. Durante o processo de aprovação de projetos como este, tais como pré-planos urbanísticos, todas as secretarias são envolvidas e audiências públicas são realizadas, garantindo transparência e obediência às Leis Municipais e Federais e ao Plano Diretor do Município (Lei 156/2013).

Entre as facilidades que o prolongamento da Avenida Dom Pedro proporcionarão destacam-se a possibilidade de redução do tempo de viagem de ônibus para moradores do Perequê, Pernambuco, final da Praia da Enseada e Rabo do Dragão até o centro do Guarujá, e, quem sabe, até um terminal viário naquela região; melhora no tempo de atendimento médico de emergência; e a possibilidade de crescimento desta região, com investimentos e empreendimentos habitacionais que por lá podem surgir.

“Realmente, em nível de planejamento urbano e estratégico, e se depender da vontade e do empenho desta Administração, desta vez acreditamos que, depois de muitos anos, teremos a tão sonhada avenida de ligação entre os bairros Enseada e Pernambuco”, afirma Darnei.

Espetáculo “As Sogras” é atração

neste domingo (10), no Procópio

Entrada é 1 kg de alimento não perecível, que será doado ao Fundo Social de Solidariedade

Neste domingo (10), os guarujaenses têm um encontro marcado com “As Sogras”, peça que estará em cartaz no Teatro Municipal Procópio Ferreira (Av. Dom Pedro I, 350 – Jardim Tejereba). A apresentação acontece a partir das 20 horas e a entrada é 1 kg de alimento não perecível, que será doado ao Fundo Social de Solidariedade.

Imagine ter sua sogra dentro de sua casa durante meses. Imagine agora ter três sogras, mais a sua mãe nessa situação. Esse é o cenário da vida de Roberval, um professor prestes a desfrutar de sua tão sonhada aposentadoria, que tem em suas palavras cruzadas a única distração que lhe entende. Porém, sem muita sorte, tem sua casa invadida do dia pra noite por suas nada agradáveis sogras. Amor, confiança, respeito, intolerância e critica social, tudo isso dentro de um único espetáculo.

“As Sogras” tem classificação de 12 anos. Os ingressos devem ser retirados antecipadamente no Teatro Procópio Ferreira.