Buscar

PREFEITURA CONTINUA PRIORIZANDO AÇÕES DE COMBATE ÀS ENCHENTES


Prefeitura prioriza ações

de combate a enchentes

Medidas colocadas em prática como a limpeza dos canais de drenagem pluvial da Cidade, manutenção e zeladoria em bueiros, canos e galerias serão repetidas pelo Núcleo de Combate às Enchentes visando sempre a prevenção

No último fim de semana, a Cidade de Guarujá registrou um volume de 238 mm de chuvas. Segundo a Defesa Civil de Guarujá, o índice é muito maior do que o esperado para todo o mês de abril. O índice foi maior também do que choveu em todo o mês de março, por exemplo. Para se preparar para este "dilúvio", a Defesa Civil manteve todo o seu efetivo de prontidão e muitas ocorrências foram atendidas no Município, mas nenhuma grave.

Segundo a Defesa Civil, os deslizamentos de terra atingiram vias públicas, porém nenhuma casa. Pontos de alagamentos causaram transtornos em vias públicas, pois além das chuvas, no fim de semana houve maré alta. Porém, nada de maior gravidade foi registrado. Nenhuma pessoa foi atingida.

As vistorias preventivas realizadas nas áreas de risco da Cidade trouxeram resultados, e o objetivo da Prefeitura é repetir este ano as ações, vistoriando canais, morros e encostas, e assim, alertando o Poder Público sobre locais que necessitem de limpeza e intervenções. Este é o principal objetivo da Defesa Civil, proteger pessoas.

Acabar com os alagamentos em Guarujá tem sido uma das principais metas da atual Administração. Desde janeiro de 2017, o município conta com o Núcleo de Combate às Enchentes, grupo técnico formado por representantes de várias secretarias municipais com o objetivo de estudar profundamente a questão das enchentes e propor medidas de curto, médio e longo prazo, criado por meio de decreto pelo prefeito Válter Suman.

A primeira medida a ser colocada em prática foi a limpeza dos canais de drenagem pluvial da Cidade, retirando toneladas de sujeira, além de outras ações de manutenção e zeladoria em bueiros, canos e galerias de águas pluviais. Serviços que não eram feitos há pelo menos 10 anos em Guarujá.

Também foram adquiridos três caminhões hidrojato, que permitem a fluidez do sistema e até a detecção de falhas pontuais nos tubos, o que hoje ainda não é possível.

Em conjunto com a Câmara Municipal foram aprovadas importantes leis que compõem o Sistema de Saneamento Municipal: os planos municipais de Gerenciamento dos Resíduos Sólidos; de Saneamento Básico e de Gestão da Macrodrenagem, ferramentas essenciais para obtenção de convênios e recursos financeiros.

Em 2017 - Ainda no ano passado, a Prefeitura de Guarujá resgatou projetos que haviam sido interrompidos no Governo anterior, como a macrodrenagem do bairro Santo Antônio (Bacia do Rio Santo Amaro); e cadastrou no Ministério das Cidades e na Caixa Econômica Federal (CEF) as quantias de R$ 77,5 milhões em cada órgão para obras de macrodrenagem. Com todas essas ações, a expectativa é de que mais de 60% das situações que hoje causam alagamentos estejam resolvidas em até dois anos na Cidade.

Prefeito Válter Suman conhece

Parque Tecnológico de Sorocaba

Pensando no crescimento e desenvolvimento de Guarujá, o prefeito da Cidade, Válter Suman, esteve em Sorocaba na última quarta-feira (18), onde conheceu o Parque Tecnológico do Município. O chefe do Executivo guarujaense foi recebido pelo presidente do Parque, Roberto Freitas.

Acompanhado dos secretários municipais de Habitação, Marcelo Mariano e do adjunto de Coordenação Governamental, Alex Monteiro, a comitiva de Guarujá, foi recepcionada pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda de Sorocaba, Robson Coivo, o presidente do Instituto de Desenvolvimento Econômico (IDE), Daniel de Jesus Leite e o diretor-Executivo do Parque Tecnológico, Nelson Tadeu Cancellara.

Localizado em uma das principais potências do interior do Estado (Sorocaba), o Parque existe há cinco anos e possui quase dois milhões de metros quadrados. O espaço reúne poder público, empresas, instituições de ensino e pesquisa. A sua estrutura ainda conta com Parque de biodiversidade, laboratórios, espaços de coworking, centro de convenções, wi-fi, área de convivência, restaurante, café, academia, ciclovias e serviços de apoio à gestão.

A proposta do Parque é fomentar a cultura de soluções tecnológicas, de empreendedorismo, para um melhor ambiente de inovação, geração de negócios, competitividade, networking e crescimento sustentável.

“Foi muito positiva a acolhida que tivemos da equipe da Prefeitura de Sorocaba. Saio desta visita impactado por toda estrutura. Queremos levar essa expertise para Guarujá, e que em um futuro bem próximo, possamos fomentar a geração de empregos e desenvolvimento para nossa Cidade”, declarou o prefeito.

Na oportunidade, Suman conheceu não só as instalações, mas também toda a engenharia de funcionamento do Parque Tecnológico como: quais empresas fixadas, vocação, serviços, qualificação de mão-de-obra, incentivos, apoios, pólos, entre outros aspectos. “É um grande prazer receber o prefeito Suman e espero que possamos ser parceiros. Conte sempre conosco prefeito!”, falou Coivo.

Conforme o presidente do Parque, o local é uma iniciativa que contribui para a economia de todo o País, fundamentado no princípio de cidades inteligentes. “Ele tem uma função bem estratégica, pois surge da ideia de universalidade de transformar uma ideia em empreendedorismo. Seu viés está pautado na ciência, tecnologia, universidades e investimentos. E olha que estamos na primeira fase do Parque ainda”, comentou Freitas.


Endereço: Av. Adhemar de Barros, 1.347

Sala 27 B - CEP 11.430.003

Telefone: (13) 99716-5052

Email: jornaldacidadelitoral@gmail.com

contato Comercial